A musculação é aliada contra a depressão.

Um dos maiores males do nosso século, sem dúvida alguma, é a depressão, não é verdade? É tão comum vermos pessoas que enfrentam esse problema – ou que até mesmo desconhecem que já estão sendo afetadas e tendo a sua vida prejudicada – e que se mantém relutantes a procurar ajuda e orientação médica. Isso porque essa doença é muitas vezes confundida com uma tristeza profunda e subestimada pela sociedade como uma espécie de “frescura”, por desconhecimento da gravidade que ela pode causar e impactar não somente o próprio indivíduo acometido quanto todos que o cercam. Com o objetivo de proporcionar uma melhora no quadro depressivo que acomete a maior parte da nossa população, o Dr. Rogério Barros, personal trainer do Instituto PERFACE, traz informações importantes sobre uma das aliadas importantes contra a depressão: a musculação!

Afinal, o que é depressão?

A depressão é uma doença extremamente complexa que manifesta tanto sintomas físicos quanto emocionais, afetando corpo e mente pela interferência na habilidade pessoal em se realizar tarefas diárias pela falta de disposição e motivação. Estudar, comer, dormir, trabalhar, praticar atividades físicas e até mesmo socializar se tornam desagradáveis e cansativas demais. As causas dos sintomas emocionais e físicos da depressão são ocasionadas pela redução de neurotransmissores do sistema nervoso central como a serotonina e a noradrenalina.

Como a musculação pode ser aliada contra a depressão?

Primeiramente, não ache que a depressão deva ser subestimada. Ela necessita de acompanhamento multiprofissional (médico, psicólogo, nutricionista, educador físico) e, em alguns casos, o uso da medicação é indicada, mas incontáveis estudos apontam que a musculação combinada a esse tratamento proporciona diversas melhorias da estabilidade emocional, da positividade, autocontrole psicológico e do humor. Isso acontece porque a musculação alivia a ansiedade e a insônia, estimulando a produção de testosterona, GH (hormônio do crescimento) e inibe a produção de cortisol no corpo, hormônio sintetizado em situações de stress que reduz a capacidade do sistema imunológico e aumenta a produção de gordura corporal. Além disso, a produção de endorfina pela musculação provoca sensação de bem-estar e relaxamento. Combinada com os benefícios de uma alimentação saudável e equilibrada, a atuação de neurotransmissores como a serotonina, a dopamina e a noradrenalina são potencializados, reduzindo os riscos da depressão.

Entretanto, é muito importante deixar claro que não basta “mergulhar” sem orientação em treinos de musculação sem o acompanhamento de um profissional competente, pois exercícios muito demorados atrapalham a produção ideal de hormônios e acentuam a produção de cortisol prejudicando todos os benefícios contra a depressão. Além disso, a orientação acompanhada quanto às atividades de alongamento e de exercícios aeróbios potencializam – e muito – a liberação de endorfinas.

Portanto, lembre-se de que a depressão necessita de cuidados médicos e, com os benefícios proporcionados pela musculação, a orientação profissional de um personal trainer colaborará para o seu bem-estar de forma completa. Entre em contato com o Instituto PERFACE, agende um contato com a nossa equipe e revele a sua atitude!

Saiba mais sobre