Aeróbico atrapalha os resultados de hipertrofia?Quantas vezes você já ouviu – ou até mesmo disse – “Não vou fazer exercícios aeróbicos para não atrapalhar o meu ganho de massa magra porque não quero emagrecer.”? O nutricionista e personal trainer do Instituto PERFACE, Dr. Rogério Barros, já nos adianta que você pode estar se enganando.

Esse é mais um #mitodaacademia! Muita gente nos ambientes das academias, por pura desinformação, replicam essa mensagem de que os seus músculos vão escorrer com o suor de um exercício aeróbico. Correr na esteira, na bicicleta ergométrica, no elíptico, no step, em qualquer outro aparelho de atividade aeróbica, ou ao ar livre e na bike são extremamente benéficos à musculação, principalmente para os objetivos de hipertrofia.

Entretanto, para entender a raiz desse mito, precisamos nos atentar aos seguintes detalhes: a percepção de se “murchar” depois de um exercício aeróbico e o excesso da prática de qualquer atividade física.

O treino de musculação faz o músculo inchar de imediato, pois a concentração sanguínea nos músculos aumenta devido à resposta do corpo perante o exercício intenso. Esse inchaço muscular no treino e logo após nada mais é do que uma retenção de líquidos provisória, cessando em alguns minutos ou horas. Como alguns praticantes costumam correr logo após o treino de hipertrofia, o sangue que antes era requisitado por algumas partes do corpo em isolado vão se desviar para o corpo todo, diminuindo a sensação de inchaço. No entanto, sentir que o inchaço diminui mais rápido não afeta o ganho de massa muscular, que ocorre de outra forma, dependendo da rotina de exercícios, alimentação, suplementação, repouso adequado e estado emocional do praticante.

Exercício aeróbico em excesso emagrece sim! Musculação em demasia, também! Todos os treinos e atividades precisam ser esquematizadas por um profissional capacitado para se avaliar a duração, carga, velocidade e intensidade do exercício. E com o aeróbico não é diferente. A ativação de qualquer músculo em qualquer atividade física requer energia que é oriunda da glicose metabolizada principalmente dos carboidratos. Se essa reserva se esgotar com o excesso de exercícios – sejam eles quais forem – o organismo precisa de um plano B: sintetizar glicose das proteínas da massa muscular. Isso que gera a perda de massa magra, a famigerada catabolização.

Então, para você não correr riscos com o que dizem por aí, é preferível ter o apoio de um profissional que entenda a sua individualidade e que designe os treinos corretos e compatíveis com os seus objetivos. Procure o Instituto PERFACE e marque a sua consulta! 😉

Saiba mais sobre