Aprenda a combater o Aedes Aegypti

É difícil passarmos um dia sem que doenças como a dengue, febre chikungunya e a Zika não sejam vistas nos noticiários, jornais e redes sociais. Isso só mostra o quão emergencial é o combate ao mosquito responsável pela transmissão dessas doenças, o Aedes Aegypti.
Sabendo que o mosquito é o grande vilão do momento, é muito importante que o combate ao Aedes Aegypti continue e ganhe ainda mais força. As orientações para esse combate sempre existiram, mas cabe aos profissionais da saúde e toda a população relembrar e divulgar o passo-a-passo.
Ajude a exterminar o Aedes Aegypti
Mais de 80% dos criadouros do mosquito Aedes Aegypti estão nas residências. Por isso, é importante ficar atento a qualquer objeto ou local que possa acumular água parada, pois é assim que o mosquito se prolifera.
Fique atento a baldes, pneus velhos, vasos de plantas, calhas, tampinhas de garrafa que estejam espalhados pela casa. Tampe grandes depósitos de água como caixas d’água, reservatórios, tanques, piscinas e vasos sanitários não muito utilizados. É uma ação eficaz e simples para diminuir a possibilidade da existência de criadouros em sua casa.
O Ministério da Saúde explica o passo-a-passo para algumas medidas de prevenção:

Vasos de plantas

Caixas d’água

Vasilhas de água dos animais

Na geladeira

Ralos de banheiro

Em Bromélias

Saiba mais sobre a Zika, dengue e febre chikungunya no site no Ministério da Saúde criado especialmente para o combate.

O Instituto faz a sua parte, agora só falta você. Vamos todos nos unir nessa luta contra o Aedes Aegypti!

Saiba mais sobre