As vantagens e desvantagens do BCAA

Oi, pessoal.

Com certeza, esse nome não lhe é estranho: BCAA. Um dos suplementos alimentares normalmente comentados em todas as academias, não deve ser administrado de forma leviana e sem orientação profissional, pois ao invés de benefícios ele pode causar algumas consequências prejudiciais para o seu organismo. Veja a seguir o que o Dr. Rogério Barros, nutricionista e personal trainer do Instituto PERFACE, aconselha e nos orienta.

O BCAA (do inglês Aminoácidos de Cadeia Ramificada) é constituído por 3 diferentes aminoácidos: a leucina, a isoleucina e a valina. Esses aminoácidos são uma ótima fonte para auxiliar na construção muscular e podem também ser encontrados em diversos alimentos. Como a ideia do suplemento é auxiliar no processo de obtenção de certos nutrientes de uma forma mais rápida, prática e de forma saudável para o atleta, o BCAA é uma ótima opção se administrado de forma correta.

Quando bem administrado, o BCAA é utilizado para retardo da fadiga, aumento da massa muscular e também apresenta ação anti-inflamatória. Do contrário, como o excesso, acaba por produzir esqueletos de carbono que resultará no aumento da gordura corporal, além de poder acentuar riscos de uma complicação renal.

Por isso, é muito importante que por mais que esse suplemento esteja em alta e muito badalado, isso não quer dizer que ele é adequado para a sua realidade, pois varia de pessoa para pessoa de acordo com a rotina específica de exercícios, hábitos alimentares, entre diversos outros fatores. Procure profissionais qualificados e capacitados para que, através de métodos personalizados, sejam prescritas as orientações corretas do seu programa de exercícios físicos e nutricional em busca do seu objetivo.

Conte conosco para tirar mais dúvidas sobre suplementação e acompanhe a nossa seção de notícias para mais dicas nutricionais e garanta uma vida saudável e equilibrada.

Beijos!

Saiba mais sobre