Cirurgia Plástica: um guia para a saúde dos pacientes

A cirurgia plástica pode ser vista sob diversas óticas, como quase tudo que existe no mundo. Para nós, do Instituto PERFACE, é uma importante ferramenta catalisadora de autoestima e beleza – dois caminhos para a saúde e o bem-estar. E foi pensando nos nossos valores – o compromisso, o respeito e a responsabilidade – que decidimos fazer um guia com todos os cuidados básicos que qualquer pessoa buscando uma cirurgia plástica deve levar em conta. Compartilhem e nos ajudem a espalhar esse conteúdo pelas suas redes – qualquer problema ou risco de saúde evitado será de valor inestimável e sentiremos que nossa missão foi cumprida.

Eu quero fazer uma cirurgia plástica. E agora?

O primeiro passo é tentar entender o seu desejo. É extremamente importante que a cirurgia plástica não tenha como objetivo atingir padrões impossíveis que são veiculados irresponsavelmente nas redes sociais e às vezes até por marcas famosas.

Se você quer ficar “igual” àquele artista que tanto admira, nós aconselhamos cautela. Entendemos que é normal querer ficar parecido com algum famoso ou famosa, especialmente pela beleza que possuem, mas nenhum procedimento tem a capacidade de copiar outra pessoa de forma idêntica. Agora você já sabe: se ouvir essa promessa, ela é falsa. Mais do que isso, quanto mais procedimentos se acumularem em pouco tempo ou até na mesma cirurgia, maior é o risco de algo sair do planejado.

O que queremos dizer é: reflita sem pressa sobre a sua vontade! Se chegar à conclusão que uma intervenção estética é o que realmente irá beneficiar sua autoestima e beleza, o próximo passo é pesquisar por quem e onde essa cirurgia plástica pode ser realizada.

Como eu posso encontrar um cirurgião plástico?

Cirurgia Plástica: um guia para a saúde dos pacientes

A Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica (SBCP) é o meio mais confiável de encontrar um cirurgião plástico de confiança. O Brasil é um país com milhares de médicos, mas você sabe o que é necessário para ser considerado um cirurgião plástico? São no mínimo cinco anos de prática em cirurgia após a conclusão do curso de medicina, sendo três deles totalmente dedicados a esta especialidade. É sempre válido checar o número de registro do profissional no Conselho Regional de Medicina.

Além disso, os procedimentos possuem diversas características individuais. Realizar uma Rinoplastia, por exemplo, é totalmente diferente de realizar uma Mamoplastia de aumento (implante de próteses de silicone). Para isso, o médico pode e deve se especializar em diversos cursos de instituições médicas reconhecidas, no Brasil ou no exterior.

Vamos dar o exemplo do nosso diretor médico e fundador, Dr. Fernando Nakamura. Ele é formado em medicina pela Universidade Estadual Paulista (UNESP), fez residência em cirurgia geral na Santa Casa de Misericórdia de São Paulo – Faculdade de Ciências Médicas, e se especializou em cirurgia plástica no Instituto Ivo Pitanguy, referência mundial na nossa área. Mas não parou por aí e segue buscando mais conhecimento através de fellowships no exterior (confira seu currículo completo aqui).

Já tenho médico! Posso agendar minha cirurgia plástica?

Cirurgia Plástica: um guia para a saúde dos pacientes

Nós sabemos que encontrar um profissional de confiança é um alívio! E com esse sentimento cresce a vontade de realizar sua cirurgia plástica e corrigir ou minimizar quaisquer incômodos que atrapalham sua autoestima. De qualquer forma, é importante que esse desejo não acelere o processo.

Seja sincero com seu cirurgião plástico desde o primeiro encontro. Se ainda possui algum receio relacionado à cirurgia plástica ou seus objetivos, utilize o tempo que achar necessário até ter certeza do que quer. Se você que está lendo o artigo está perto ou acima dos 30 anos, faça um exercício: tente lembrar quantas “certezas” já ficaram para trás ao longo dos anos, mesmo após a adolescência.

Conseguiu contar? Foram muitas? É por isso que não podemos colocar toda a responsabilidade da realização do nosso sonho da cirurgia plástica nas mãos do médico. Quando se trata do corpo humano, existem muitas características individuais que interferem no procedimento – só a sua total transparência poderá garantir ações assertivas no tratamento, seja ele qual for.

O que eu não posso esquecer no pós-operatório?

Cirurgia Plástica: um guia para a saúde dos pacientes

Seguir as instruções do seu médico! Se você foi criteriosa(o) na escolha do cirurgião plástico, sem dúvida ele irá te recomendar tudo que é necessário após o procedimento. Caso as orientações não incluam pelo menos um desses pontos, pode haver algo de errado (no nosso site você pode conferir as principais recomendações de cada procedimento em cirurgia plástica):

  • Uso de cinta cirúrgica;
  • Repouso nos primeiros dias;
  • Pausa nas atividades físicas mais intensas;
  • Redução na exposição ao sol e ao calor.

É vital entender que os resultados da cirurgia plástica estão totalmente vinculados aos seus hábitos! Uma lipoaspiração terá muito mais efeito se acompanhada de um trabalho nutricional a longo prazo, por exemplo. Assim como um lifting facial pode ter resultados visíveis por mais tempo se forem associados tratamentos dermatológicos na região.

Por isso sempre desconfie de quem anuncia resultados milagrosos! O nosso corpo é uma estrutura muito complexa e vale lembrar que também é influenciado pelo nosso estado emocional. Nenhum médico pode afirmar que sua cirurgia plástica será um sucesso antes da realização de vários exames e do acompanhamento ao longo do tempo, mesmo após o procedimento.

O que você achou do artigo? Em caso de qualquer dúvida sobre qualquer procedimento, entre em contato com o Instituto PERFACE! Teremos o maior prazer em lhe atender e lhe conduzir para uma cirurgia plástica eficiente e segura.

Saiba mais sobre