Rinoplastia Preservadora -Preservation Rhinoplasty. Um avanço na rinoplastia

A rinoplastia é uma cirurgia muito procurada nos consultórios de cirurgia plástica, porém, muitos pacientes chegam com um grande medo de basicamente duas coisas (entre outros):
-resultados artificiais
-recuperação prolongada
Recentemente, a rinoplastia vem passando por um grande avanço com a rinoplastia preservadora (preservation rhinoplasty). Essa “filosofia”/técnica cirúrgica tem como principal característica uma rápida recuperação Pós operatória justamente devido a preservação das estruturas dos tecidos e ligamentos do nariz, sendo bem menos agressiva e mantendo resultados naturais, assim como na rinoplastia estruturada.

O que há de diferente no rinoplastia preservadora ou preservation rhinoplasty?

A rinoplastia ao longo dos anos, passou por diversos estágios e avanços até chegar no que fazemos hoje.
De um modo geral, pode se dizer que antigamente a técnica era basicamente reducional, modelando o nariz através da retirada de tecido ósseo e cartilaginoso do nariz para conseguir uma forma mais adequada. Apesar dos resultados serem bons a curto prazo, alguns pacientes podem desenvolver sequelas devido a “desestruturação” causada pela cirurgia.
Um grande avanço nesse tipo de cirurgia foi a rinoplastia estruturada, amplamente realizada hoje em dia e difundida entre os cirurgiões que se dedicam a nariz. Ao contrário da técnica anterior, o objetivo é dar forma ao nariz através de uma estruturação sólida e confiável visando assim um resultado bom não só a curto quanto a longo prazo, aumentando a previsibilidade da rinoplastia. Uma “desvantagem” dessa técnica seria a dificuldade em reabordagens (rinoplastias secundárias ou revisões) em casos nos quais a primeira cirurgia não tenha atingido um resultado satisfatório. Essas revisões às vezes se tornam grandes cirurgias, de longa duração, com necessidade de enxertos de cartilagem da costela e dificuldades no controle do processo de cicatrização.
O rinoplastia preservadora ou preservation rhinoplasty, surgiu recentemente através de uma combinação de estudos anatômicos detalhados associados a experiência e expertise em rinoplastia de alguns renomados cirurgiões (Dr. Baris Çakir, Dr. Yves Saban, Dr. Rollin Daniel e Dr. Peter Palhazy). A técnica se resume nas palavras do próprio Dr Rollin Daniel como:
-substituir ressecção por preservação
-substituir excisão por manipulação
-substituir grandes reconstruções de rinoplastias secundárias por pequenos e rápidos refinamentos
Portanto, a mudança da forma do nariz associada a preservação de estruturas ligamentares e de tecidos, permite uma rápida recuperação do paciente.

O rinoplastia preservadora ou preservation rhinoplasty está indicado em todos os casos?
Nenhuma técnica é absoluta e indicada em todos os casos porque cada paciente possui uma anatomia única!
O rinoplastia preservadora ou preservation rhinoplasty é indicado basicamente em casos primários (narizes nunca antes operados) em que a anatomia é favorável.
Casos que não são favoráveis à técnica são narizes com desvios muito acentuados, ou que já foram submetidos a traumas complexos ou cirurgias prévias (casos secundários)

Como é feita a cirurgia?
A cirurgia, é realizada em ambiente cirúrgico com presença de um anestesista.
É feita uma associação de anestésicos endovenoso e anestésicos locais com soluções que ajudam a minimizar o sangramento
A Rinoplastia Preservadora normalmente é feito pela via fechada (sem corte na base do nariz chamada columela), porém pode ser feita também através de uma rinoplastia aberta
A Dissecção minuciosa seguindo a técnica de preservação é fundamental pra fugir de vasos sanguíneos, diminuindo sangramento, inchaço e dores no Pós operatório, permitindo assim uma recuperação mais rápida.

Como é a recuperação pós operatória de uma rinoplastia preservadora ou preservation rhinoplasty?

Como qualquer cirurgia, sempre há algum grau de inchaço no Pós operatório que pode estar associado ou não a áreas de arroxeadas.
Porém, com a técnica de preservação, os pacientes costumam ter um inchaço menos acentuado e menos áreas arroxeadas. A longo prazo o nariz tende a desinchar mais rapidamente e preserva uma mobilidade natural (não fica um nariz duro e enrijecido).
Em casos em que há necessidade de retoques ou refinamentos, como as estruturas estão preservadas, costumam ser procedimentos rápidos e pouco complexos.

Saiba mais sobre