A rinoplastia é uma das cirurgias plásticas mais procuradas em todo o mundo, porém muitos pacientes chegam aos consultórios com grande receio de principalmente duas questões:

  • Resultados artificiais — por mais que uma cirurgia de nariz possa ser uma sensível alteração na fisionomia facial – seja por cunho estético ou funcional – alcançar a harmonia com os traços pessoais de cada indivíduo gera um medo enorme nas pessoas;
  • Recuperação prolongada — a aflição de muitos pacientes surge quando o assunto é por quanto tempo será necessário manter curativos e voltar à rotina normal, tanto de trabalho quanto de atividades físicas e principalmente por quanto tempo os resultados serão mantidos.

É aí que, recentemente, os avanços da cirurgia plástica de nariz ganham força pela técnica da Rinoplastia Preservadora – Preservation Rhinoplasty!

Saiba mais sobre a Rinoplastia secundária

O que é a Rinoplastia Preservadora?

Essa “filosofia” cirúrgica tem como principal característica uma técnica de rápida recuperação pós-operatória justamente devido a preservação das estruturas dos tecidos e ligamentos do nariz, sendo bem menos agressiva do que a rinoplastia aberta estruturada e mantendo resultados naturais.

Qual a diferença entre a rinoplastia preservadora e o método tradicional?

Ao longo dos anos, a rinoplastia passou por diversos estágios e avanços até chegar aos métodos realizados atualmente. De um modo geral, pode se dizer que antigamente a técnica era basicamente reducional, modelando o nariz através da retirada de tecido ósseo e cartilaginoso do nariz para alcançar um formato nasal mais adequado. Apesar dos resultados serem bons a curto prazo, alguns pacientes podem desenvolver sequelas devido a “desestruturação” causada pela cirurgia.

Um grande avanço nesse tipo de cirurgia foi a técnica de rinoplastia estruturada, amplamente realizada hoje em dia e difundida entre os cirurgiões que se dedicam à cirurgia de nariz. Ao contrário do método anterior, o objetivo é dar forma ao nariz através de uma estruturação sólida e confiável visando assim um resultado bom não só a curto quanto a longo prazo, aumentando a previsibilidade da rinoplastia. Uma desvantagem dessa técnica seria a dificuldade em reabordagens (revisões ou rinoplastias secundárias) em casos nos quais a primeira cirurgia não tenha atingido um resultado satisfatório. Essas revisões, às vezes, podem se tornar grandes cirurgias de longa duração, com necessidade de enxertos de cartilagem da costela e dificuldades no controle do processo de cicatrização.

A rinoplastia preservadora surgiu através de uma combinação de estudos anatômicos detalhados associados a experiência e expertise em rinoplastia de alguns renomados cirurgiões: Dr. Baris Çakir, Dr. Yves Saban, Dr. Rollin Daniel e Dr. Peter Palhazy. A técnica se resume nas palavras do próprio Dr Rollin Daniel como:

  • Substituição de ressecção (extração dos tecidos) por preservação;
  • Substituição de excisão (corte dos tecidos) por manipulação;
  • Substituição de grandes reconstruções de rinoplastias secundárias por pequenos e rápidos refinamentos.

Por meio de cortes internos, é possível identificar e preservar estruturas ligamentares e de tecidos sem tanta necessidade de enxertos de cartilagens, preservando o material original. Ao invés de “desmontar” e “remontar” com esses enxertos que funcionariam como alicerces na convencional rinoplastia estruturada, a rinoplastia preservadora prevê a sustentação do nariz de baixo para cima, mantendo a sua estrutura e adaptando apenas o que for necessário através de ligamentos naturais vinculados à própria pele.

Com esta nova técnica revolucionária da rinoplastia, tanto as alterações estéticas quanto funcionais do nariz são executadas de forma mais eficiente e consideravelmente menos traumática, o que permite uma rápida recuperação do paciente sem contar que tanto a elasticidade quanto a mobilidade do nariz são mais naturais.

A rinoplastia preservadora está indicada em todos os casos?

Nenhuma técnica é absoluta e indicada em todos os casos porque cada paciente possui uma anatomia única! A rinoplastia preservadora é indicada basicamente em casos primários, aqueles em que o nariz nunca foi operado e que mantém as estruturas nasais intactas e cuja anatomia é favorável para esse tipo de procedimento.
Casos que não são favoráveis à técnica são narizes com desvios muito acentuados ou que já foram submetidos a traumas complexos ou cirurgias prévias, chamados de casos secundários. Mas como cada caso é um caso, consulte-nos para saber se essa técnica pode ser aplicada à sua realidade.

Como é realizada a cirurgia de rinoplastia preservadora?

A cirurgia é realizada em ambiente cirúrgico com presença de um anestesista, em que há uma associação de anestésicos endovenosos e anestésicos locais com soluções que ajudam a minimizar o sangramento local. A Rinoplastia Preservadora é um procedimento cirúrgico normalmente desenvolvido pela técnica fechada (sem corte na base do nariz, chamada columela), porém pode ser realizado também através de uma rinoplastia aberta. A dissecção minuciosa seguindo a técnica de preservação é fundamental pra fugir de vasos sanguíneos, diminuindo sangramento, inchaço e dores no pós-operatório, permitindo assim uma recuperação mais rápida.

Como é a recuperação pós-operatória de uma rinoplastia preservadora?

Como qualquer cirurgia, sempre há algum grau de inchaço no pós-operatório que pode estar associado ou não a áreas arroxeadas.
Entretanto, com a técnica da rinoplastia preservadora, os pacientes costumam ter um inchaço menos acentuado e menos hematomas. Por mais que as pessoas achem que a rinoplastia tende a ser dolorosa, isto não é verdade e, principalmente, no caso da rinoplastia preservadora, o desconforto é muito reduzido, assemelhando-se a sensação de um resfriado. Além disso, em pouco tempo o paciente está apto para retornar à rotina do dia a dia.

A longo prazo, o nariz tende a desinchar mais rapidamente e preserva uma mobilidade natural, sem o aspecto de um nariz duro e enrijecido. Já em casos em que há necessidade de retoques ou refinamentos, como as estruturas estão preservadas, costumam ser procedimentos rápidos e pouco complexos.

Portanto, a rinoplastia preservadora é um dos avanços da cirurgia plástica certamente pelos seus resultados e pela rápida recuperação e aqui no Instituto PERFACE essa técnica é amplamente utilizada para a saúde e satisfação dos nossos pacientes. Entre em contato conosco se tiver qualquer dúvida ou para avaliarmos o seu caso em uma consulta. Para saber mais, acompanhe as nossas novidades tanto aqui no site quanto nas nossas redes sociais.

Summary
Rinoplastia Preservadora – Um avanço na cirurgia plástica de nariz
Article Name
Rinoplastia Preservadora – Um avanço na cirurgia plástica de nariz
Description
A rinoplastia preservadora visa resultados naturais superiores e uma recuperação ainda mais rápida e segura.
Author
Publisher Name
Instituto PERFACE
Publisher Logo

Saiba mais sobre