Descubra e desfrute dos benefícios da cirurgia plástica no inverno

Você já deve ter ouvido falar que o inverno é uma época super benéfica para a realização de cirurgias plásticas, acertamos? Mas o que nós percebemos é que nem todos conhecem as vantagens de se realizar uma cirurgia plástica no inverno, que ultrapassam o pós-operatório. Por isso reunimos todas elas neste artigo, esperamos que gostem!

Qual é o grande benefício da cirurgia plástica no inverno?

Com o passar do tempo atendendo muitos pacientes, é muito claro pra nós do Instituto PERFACE que uma cirurgia plástica só faz realmente sentido quando a autoestima do indivíduo é renovada!. E há coisa melhor do que curtir o verão com “tudo no lugar”?

Nos meses mais quentes, você não vai querer perder as festas na beira da piscina ou qualquer um dos vários eventos ao ar livre que acontecem e todos os seus amigos vão comparecer. Infelizmente, é o preço pago por muitas pessoas que deixam para realizar sua cirurgia plástica entre outubro e fevereiro.

O tempo de recuperação da rinoplastia, por exemplo, gira em torno de dois meses, mas podem ser necessários seis para ver o resultado final. Lembrando que existem vários cuidados necessários, como evitar exposição solar e fazer repouso, e ainda deixar a academia de lado – aquele corpo tão sonhado pode ter que ser adiado. Por outro lado, a antecedência do procedimento no frio pode te dar a possibilidade de fazer uma viagem inesquecível com o novo visual! Nada mal, hein?

Existem outras vantagens da cirurgia plástica no inverno?

Sim, várias! Uma situação simples e até um pouco óbvia relacionada ao inverno que se soma aos outros benefícios é o frio! As temperaturas mais baixas provocam uma vasoconstrição periférica – em outras palavras, a contração dos vasos sanguíneos. O que ocorre na prática é a redução do inchaço normal de toda cirurgia plástica e por isso uma autoestima renovada com maior rapidez.

Além da rinoplastia, duas cirurgias plásticas são extremamente indicadas para os pacientes nesta época do ano: a abdominoplastia e a lipoaspiração. Isso porque ambas necessitam de uso de cinta cirúrgica por cerca de dois meses. No inverno, a cinta costuma incomodar menos pelas temperaturas mais baixas.

O mesmo se aplica a qualquer cirurgia plástica que atue na região das mamas, que também são recomendadas para o inverno, por causa do uso do sutiã cirúrgico. É o caso do implante de silicone, da redução de volume e do lifting de mamas (ou mastopexia) – no primeiro caso, são 45 dias de uso do sutiã especial, enquanto os dois últimos precisam de 60. Ele é necessário para sustentação e cicatrização controlada e é fundamental para um bom pós-operatório e consequentemente para um bom resultado final.

As férias do meio do ano também são ideais para o repouso e associadas aos fatores positivos para a recuperação tornam o inverno o período ideal para cirurgias plásticas. Mas mesmo sem esses dias, vale ressaltar que evitar a exposição solar é uma das recomendações no pós-operatório e que a maioria dos encontros entre amigos acontecem em ambientes fechados e mais aconchegantes – o oposto do verão.

Mesmo com todas essas vantagens, é importante ressaltar que realizar sua cirurgia plástica no inverno não é garantia de melhores resultados. O que acontece é que os benefícios, quando bem aproveitados, proporcionam uma recuperação melhor e isso sem dúvida impacta positivamente na cicatrização e no cumprimento de todas as recomendações do cirurgião plástico. Lembre-se de sempre consultar um médico especialista em cirurgia plástica com pelo menos onze anos de formação e muita prática!

Quais cirurgias plásticas são mais indicadas para o inverno?

Recordando: já foram citadas aqui nada menos do que seis cirurgias plásticas que o inverno pode ser a melhor época para realizar: rinoplastia, abdominoplastia, lipoaspiração, implante de silicone, redução do volume das mamas e mastopexia (lifting de mamas).

Além destas, vale a pena considerar alguns outros procedimentos nessa época e vamos explicar o porquê de cada um deles:

Descubra e desfrute dos benefícios da cirurgia plástica no inverno

  • Ritidoplastia (lifting facial): quando a experiência chega, é evidente que os efeitos do tempo serão visíveis no rosto e no pescoço, locais sempre expostos ao sol e que naturalmente se tornam flácidos. A ritidoplastia é um procedimento que traz excelentes resultados de rejuvenescimento facial e merece ter seus resultados visíveis no verão, além da necessidade de curativo em forma de capacete (retirado em 48h) que é menos incômodo no inverno. Além disso, a necessidade de evitar a exposição solar no rosto se torna bem mais difícil durante o verão.
  • Lifting de pernas: se você é daquelas que fica incomodada com a parte interna das coxas, com consequências na sua autoestima, não hesite em buscar o lifting nesta região. Com a retirada do excesso de pele ou flacidez cutânea, é necessário uso de cinta cirúrgica por 60 dias, que será muito menos incômoda no inverno. Isso sem falar no que você poderá aproveitar durante o verão com o impacto do procedimento na sua saúde.
  • Lifting de braços: as recomendações do lifting de pernas se aplicam na região dos braços quando aquele “tchauzinho” traz consigo uma gordura adjacente que gera muito incômodo e pode afetar seriamente a autoestima de qualquer pessoa. A cirurgia plástica pode remover esse excesso, mas o que fazer em 45 dias sem exercícios físicos durante o verão? Mais um motivo para busca-la no inverno!

Gostaram do artigo? Em caso de qualquer dúvida sobre o inverno ou qualquer procedimento em cirurgia plástica, entre em contato com o Instituto PERFACE! Nós estamos de braços abertos para lhe atender e agendar uma visita.

Saiba mais sobre