perface-fb-especialista-diz-sobre-aQue a cirurgia de implante de silicone mamário não é definitiva, grande parte das pacientes já sabem. Porém, ainda existem dúvidas sobre o quê exatamente é a cirurgia de revisão, suas causas e o momento certo para fazê-la.

O Cirurgião Plástico Dr. Fernando Nakamura, Diretor do Instituto de Cirurgia Plástica PERFACE, formado em Cirurgia Plástica pelo Instituto Ivo Pitanguy no Rio de janeiro, Membro da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica (SBCP), e Membro da American Society of Plastic Surgeons (ASPS), entre outros, explica detalhes desse procedimento que ainda é um mistério para algumas pacientes.

A cirurgia de implante de silicone mamário é uma das cirurgias mais comuns entre os procedimentos estéticos de cirurgia plástica. Uma dúvida muito frequente é em relação ao momento de troca do implante, havendo em alguns casos até mesmo a fixação com “o prazo limite de 10 anos” para a troca do mesmo.

Os implantes mamários, ao longo dos anos, têm apresentado evoluções importantes nos métodos de fabricação, se tornando cada vez mais seguros. Sendo assim, não há uma “obrigação” das pacientes realizarem a troca do implante quando completam 10 anos da cirurgia, no entanto, é muito importante que todas as pacientes realizem anualmente exames mamários de rotina com um mastologista ou com o próprio cirurgião plástico.

Exame físico detalhado, ultrassonografia, em determinados casos ressonância magnética, são capazes de monitorar o implante, detectando eventuais complicações como rupturas ou contraturas capsulares por exemplo.

Portanto, é importante explicar para as pacientes sobre a possibilidade de revisão da cirurgia de implante mamário no futuro, no entanto, não há um prazo fixo e determinado para tal procedimento, até mesmo porque cada organismo reage de uma forma e devemos tratar cada paciente de forma única e exclusiva.

Saiba mais sobre