Novembro Azul: todos juntos contra o câncer de próstata!O Novembro Azul surgiu em 2003 na Austrália, denominado de Movember com o objetivo de conscientizar a população masculina quanto aos cuidados preventivos relacionados ao câncer de próstata, tornando a data de 17 de novembro o Dia Mundial de Combate ao Câncer de Próstata.

O câncer de próstata é o segundo tipo que mais acomete os homens, atrás somente do câncer de pele não-melanoma no Brasil. Em dados absolutos, é o sexto tipo mais comum no mundo e o mais predominante em homens, representando cerca de 10% do total de cânceres. No ano de 2016, mais de 61 mil novos casos da doença serão registrados no nosso país, segundo o Instituto Nacional do Câncer. A campanha Novembro Azul tem o objetivo de alertar e orientar a população masculina para a prevenção desse tipo de câncer que por ano mata mais de 13 mil homens.

De acordo com a Sociedade Brasileira de Urologia (SUB), o câncer de próstata tem maior incidência que o câncer de mama entre as mulheres. E você sabe o motivo? A maioria dos homens tem resistência e preconceito quando o assunto é cuidar da saúde e cabe a todos alertar que a prevenção é sempre a melhor opção para viver mais e garantir qualidade de vida.

A importância da detecção da doença nos estágios iniciais é tão grande que aumenta em 90% as chances de cura do paciente, segundo os dados do Instituto Nacional do Câncer (INCA). O recomendado é que homens a partir de 50 anos realizem anualmente os exames de toque e PSA. Já grupos de risco, como obesos, pacientes com histórico da doença na família e de etnia negra iniciem os exames aos 45 anos.

O câncer de próstata

Também conhecido pelo nome de Carcinoma da Próstata, essa neoplasia se desenvolve na própria próstata, glândula do sistema reprodutor masculino, responsável por produzir o líquido que mantém a vitalidade dos espermatozoides durante o ato sexual.

Geralmente, o crescimento do câncer de próstata é lento, mas em alguns casos, pode se alastrar com rapidez para outras partes do corpo. Nas fases iniciais, apresenta-se silencioso, sem causar nenhum sintoma específico, mas com o seu crescimento, pode desencadear sintomas urinários obstrutivos, como: diminuição do jato urinário, retenção da urina, micção seguida de gotejamento e sensação de esvaziamento incompleto da bexiga. Além disso, sintomas irritativos também são percebidos, como: aumento da frequência urinária (principalmente no período noturno), urgência e incontinência.

Com o avançar da doença, o câncer de próstata pode se alastrar para órgãos vizinhos, como a bexiga, ureteres ou reto o que pode acarretar sintomas como dores pélvicas, presença de sangue na urina, inchaço escrotal, dor lombar e inchaço das pernas, quando os linfonodos da pelve e abdômen estão bastante danificados. Já as metástases ocorrem principalmente nos ossos da coluna e quadril, gerando dores locais e até mesmo fraqueza, falta de energia e apetite.

A prevenção do câncer de próstata

Infelizmente, ainda não existem medicações destinadas a prevenção dessa doença, mas diversas pesquisas apontam que hábitos alimentares saudáveis podem contribuir para preveni-la. Portanto, aconselha-se o consumo de grande quantidade de verduras, legumes e frutas – principalmente do tomate – associado à ingestão de vitaminas A e D e de selênio.

É importante frisar que em cerca de 90% dos casos, a detecção precoce do câncer de próstata, através dos exames preventivos anuais é o que realmente pode possibilitar a cura.

Aqui vai uma dica: a maior forma de resistir a essa doença é vencer o preconceito e cuidar de sua saúde, visitando o seu urologista e mantendo uma alimentação e estilo de vida saudáveis. Cuide-se e expanda o Novembro Azul pelo resto do ano!

Saiba mais sobre