Os ensinamentos da campanha Dezembro Laranja

A campanha Dezembro Laranja é uma iniciativa da Sociedade Brasileira de Dermatologia que visa conscientizar a população sobre o câncer de pele. Neste artigo, reunimos os principais pontos de atenção nesta importante ação, que devem ser seguidos à risca no verão, mas também cumpridos ao longo do ano.

O que é o câncer de pele?

Os ensinamentos da campanha Dezembro Laranja

O câncer de pele é definido como crescimento anormal e sem controle das células da pele. Em 90% dos casos, ele é causado pela radiação ultravioleta (UV) e existem três tipos, cada um com características diferentes. No caso do Melanoma, espécie mais nociva do câncer de pele, cerca de 20% das ocorrências têm origem em sinais na pele, de acordo com o World Cancer Report (2014).

A radiação causadora do câncer de pele desencadeia uma mutação nas células, que passam a se multiplicar e sobrepor, se transformando em nódulos que variam de tamanho de acordo com quão recente é descoberto o câncer de pele e com o tipo. É por isso que o aspecto usualmente é de um sinal ou verruga mais protuberante na pele.

Como se manifesta o câncer de pele?

Os ensinamentos da campanha Dezembro Laranja

Como existem três tipos de câncer de pele, as suas manifestações são extremamente variadas, aumentando a importância de consultas regulares ao dermatologista. Explicamos cada um dos três tipos abaixo:

  1. Carcinoma Basocelular (CBC): ele é o mais comum dentre os tipos de câncer de pele. Surge nas células basais, que ficam na camada mais profunda da epiderme (camada superior da pele), e fica geralmente em regiões expostas ao sol, especialmente cabeça e pescoço. Esse tipo de câncer de pele se manifesta geralmente em forma de pápula (elevação sólida) vermelha, podendo haver sangramento e dor central.
  2. Carcinoma Espinocelular (CEC): este é o segundo tipo mais encontrado de câncer de pele, cresce mais rapidamente e é mais agressivo que o CBC. Também é observado em áreas mais expostas ao sol, como face, orelha, lábios e dorso das mãos. O CEC se manifesta como verruga (em crescimento), mancha que não some e tem sangramento fácil, lesão protuberante com superfície áspera ou ferida aberta que não cura.
  3. Melanona: apesar de ser o menos comum dentre os três tipos de câncer de pele, é o mais perigoso. Ele nasce nos melanócitos, células de cor marrom, mais ou menos claras, que dão pigmento à pele e são conhecidas como “sinais” ou “pintas”. É mais propenso a aparecer em locais como tronco, pernas, pescoço e rosto, em forma de sinal com bordas irregulares, e em pessoas de pele mais clara. Se não for detectado precocemente, se espalha mais facilmente que o CBC e CEC para outras partes do corpo, podendo atingir órgãos vitais.

Como se prevenir contra o câncer de pele?

Os ensinamentos da campanha Dezembro Laranja

A principal forma de prevenção ao câncer de pele é evitando a exposição aos raios ultravioleta, que estão presentes na luz solar – a mesma que ilumina todos os nossos dias aqui no planeta Terra. Os raios UV contém radiação, que é justamente a principal causadora do câncer de pele.

Durante o verão, entre os meses de dezembro e março, o nível de radiação presente aumenta, pela proximidade do sol, fator que deve levar a um cuidado elevado com a nossa pele.

Para se proteger, é fundamental usar protetor solar com fator de proteção (FPS) mínimo 30, principalmente em áreas mais sujeitas à exposição constante, como rosto, pescoço, mãos, braços, etc.

Outras medidas, contudo, não devem ser subestimadas: fazer uso de chapéus, óculos escuros e roupas de tecidos leves, para não expor a pele diretamente ao sol, é bastante válido. Evitar exposição solar entre 10 e 16h, horário em que a radiação ultravioleta atinge seu pico – e atenção para o horário de verão!

Em caso de qualquer dúvida sobre como se prevenir do câncer de pele neste verão ou outros procedimento em cirurgia plástica que podem beneficiar sua saúde e autoestima, entre em contato com o Instituto PERFACE! Teremos o maior prazer em atendê-lo!

Saiba mais sobre