perface-fb-aNo último mês, o programa Bem Estar teve como tema os benefícios que a cirurgia plástica exerce em relação a autoestima, que quando elevada, promove uma espécie de blindagem no cérebro, afastando problemas relacionados à autoimagem, como a depressão, e ajudando até na recuperação de doenças. Com isso, pessoas que recorrem às cirurgias para melhorar a imagem acabam tendo benefícios além da aparência. Porém, como existem riscos, não é indicado procurar a cirurgia para qualquer detalhe.

O melhor indicativo para saber se é hora de buscar um médico é quando algo na aparência começa a incomodar de tal forma que o paciente muda seu comportamento e seus hábitos para evitar se expor.

Cada vez mais falamos em saúde como um contexto de bem-estar físico, mental e social, deixando de lado o conceito antigo de saúde como sinônimo apenas de ausência de doença. Sendo assim, a ideia de que a cirurgia plástica é um procedimento meramente estético é muitas vezes visto por algumas pessoas leigas e profissionais como algo irrelevante, é errônea e ultrapassada.

Atualmente, observamos que cirurgiões plásticos estão criteriosos na indicação cirúrgica dos procedimentos, verificam claramente uma mudança tanto física quanto mental nos pacientes operados. Há uma melhora nítida da autoestima e autoconfiança, fazendo com que a pessoa sinta-se melhor e mais à vontade no meio social em que vive. Portanto, os benefícios secundários a uma cirurgia plástica bem indicada, vão muito além da simples mudança física.

Recomendamos que ao procurar um cirurgião plástico, busque profissionais ou instituições que estejam preocupadas de fato em cuidar de todos esses aspectos globais que são fundamentais para uma vida saudável e equilibrada.

Saiba mais sobre