Saiba quando e porque a Otoplastia é indicada

Localizadas na parte lateral do rosto, as orelhas têm extrema importância dentro do nosso sistema auditivo, já que são responsáveis por captar as ondas sonoras do ambiente. Porém muitas vezes elas também representam um problema sério de autoestima, interferindo na vida de milhares de pessoas. Se você é uma delas ou conhece alguém que sofre com o problema, conheça os principais benefícios de uma otoplastia e como funciona a cirurgia plástica que visa corrigir esta parte do corpo.

O famoso problema da “orelha de abano”

Saiba quando e porque a Otoplastia é indicada

Antes de abordarmos os principais ganhos com a realização da otoplastia, é necessário falar sobre uma das principais causas da busca por essa intervenção: a “orelha de abano”.  Geralmente os apelidos e “brincadeiras” começam a acontecer na infância e podem significar um severo obstáculo na autoestima de muitas crianças. Nos casos mais graves, se configura na perigosa prática de bullying.

Não à toa, foi criado no início desta década o Projeto Orelhinha, que realiza mutirões de cirurgia por todo o Brasil com foco em crianças vítimas de bullying. A iniciativa defende que a otoplastia não é somente uma cirurgia plástica estética, mas também tem profundo efeito positivo na área da sociabilidade.

Aqui no Instituto PERFACE, também acreditamos que a otoplastia pode ser uma ferramenta de aumento da autoestima, possibilitando maior aceitação social para pessoas de todas as idades. O procedimento constitui-se no reposicionamento das orelhas mais próximas à cabeça ou mesmo na redução do tamanho.

Qual é a melhor idade para realizar uma otoplastia?

Acreditamos que a cirurgia é melhor indicada para pacientes que já atingiram o desenvolvimento completo das orelhas, o que ocorre por volta dos 6 anos de idade, mas cada caso deve ser analisado individualmente por profissionais com experiência na área. Se o objetivo do procedimento for evitar as práticas de bullying relacionadas à “orelha de abano” e auxiliar no processo de socialização, a infância pode ser uma boa fase da vida para realizar uma otoplastia. Contudo, ainda existem muitos adultos que por diversos fatores não estão satisfeitos com suas orelhas, mas convivem com o problema diariamente.

A otoplastia está entre os procedimentos mais procurados pelos homens, que estão deixando de lado o preconceito e já representam 30% das cirurgias plásticas realizadas no Brasil, segundo os dados mais recentes da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica (SBCP). Isso acontece, dentre outros motivos, porque geralmente os cortes de cabelo mais curtos deixam as orelhas mais à mostra, sendo assim uma das características que mais chamam a atenção no rosto de um homem.

Além da “orelha de abano”, o que mais a otoplastia pode corrigir?

Saiba quando e porque a Otoplastia é indicada

Não é somente a posição das orelhas que pode ser alterada na realização de uma otoplastia. Listamos alguns outros quadros que podem ser identificados comumente e que podem obter benefícios com essa cirurgia plástica:

  • Macrotia: condição genética rara que se apresenta conferindo orelhas grandes demais, fora da proporção do rosto;
  • Microtia: condição genética igualmente rara que provoca subdesenvolvimento da orelha (uma ou ambas), podendo até causar perda auditiva;
  • Traumas: deformidades em qualquer área da orelha causadas por acidentes.

Quais são os principais benefícios da otoplastia?

Saiba quando e porque a Otoplastia é indicada

Aqui no Instituto PERFACE, percebemos todos os dias que realizar uma cirurgia plástica está intimamente ligado a ganhos de autoestima, confiança e sociabilidade. Com a otoplastia não é diferente, por isso todo atendimento é feito de forma exclusiva e individualizada.

Além dos ganhos na parte psicológica, eis os principais benefícios estéticos que podem ser obtidos através de uma otoplastia:

  • Orelhas com tamanho proporcional ao rosto;
  • Orelhas com posicionamento paralelo ao rosto;
  • Reparações em deformidades causadas por acidentes (tanto na parte cartilaginosa quanto no lóbulo);
  • Orelhas proporcionais entre si, com aparência simétrica;
  • Correção de lóbulos deformados por uso de brincos pesados, alargadores e congêneres.

É muito importante ter em mente que o objetivo final é a melhora e não a perfeição. Uma orelha jamais será totalmente simétrica à outra, já que todas as pessoas, sem exceção, possuem assimetrias em algum grau.

Otoplastia: procedimento e pós-operatório

 Saiba quando e porque a Otoplastia é indicada

As conquistas no campo social e estético após a realização de uma otoplastia se somam ao fato da cirurgia plástica estar entre as menos invasivas, podendo inclusive ser realizada com anestesia local (dependendo da avaliação do médico).

O pós-operatório, diferente de uma mamoplastia de aumento, por exemplo, não tem duração de meses e não limita tanto as atividades. Pelo contrário! Geralmente o paciente recebe alta no mesmo dia ou em 24 horas e precisa seguir as principais instruções, que são:

  • Usar os medicamentos receitados;
  • Manter o curativo durante o tempo necessário para cicatrização completa;
  • Evitar dormir apoiado sobre as orelhas (de lado) nos primeiros dias;
  • Evitar exposição ao sol.

Por isso, se as suas orelhas de incomodam ou impedem que você se coloque no mundo de forma plena, não hesite em procurar mais informações sobre uma otoplastia com os profissionais especializados do Instituto PERFACE.

Saiba mais sobre