Tratamentos de rejuvenescimento

Rejuvenescimento é um assunto em pauta tanto para quem é jovem e pensa em prevenir o envelhecimento na pele, tanto para quem já tem a idade mais avançada e quer amenizar as marcas que já apareceram. No nosso novo texto, a dermatologista Dra. Tainah de Almeida explica quais as opções e cuidados sobre o assunto.

Atualmente, existem inúmeras opções e técnicas de rejuvenescimento e retardo do inevitável envelhecimento da pele na área da medicina. Elas variam desde o uso de cosméticos e tratamentos tópicos com cremes, ácidos e peelings, até tratamentos mais invasivos como preenchimentos, lasers, aplicação de toxina botulínica e cirurgias plásticas como o lifting facial e a cirurgia de pálpebras (blefaroplastia). O mais importante é prevenir desde cedo – um bom protetor solar já faz muito bem essa função! – e começar os cuidados anti-idade logo aos primeiros sinais do envelhecimento, para corrigi-los e evitar a progressão do quadro.

Quando já existem sinais estabelecidos do avanço de idade, eles podem ser tratados e amenizados. Ainda não há um único tratamento de rejuvenescimento eficaz para todas as alterações decorrentes do envelhecimento e, além disso, não se deve tratar rugas ou sulcos isoladamente, mas sim analisar a face globalmente e fazer um tratamento tridimensional, buscando o equilíbrio do rosto.

Costumamos definir os objetivos do rejuvenescimento facial com os “4 Rs”:

  • RENOVAR  a pele com ácidos, peelings, dermoestimuladores e lasers.
  • RESTAURAR  o volume perdido ao longo do tempo com preenchedores a base de ácido hialurônico, hidroxiapatita de cálcio, ácido poli-L-lático ou gordura.
  • REDEFINIR os contornos faciais com preenchedores, fios de sustentação absorvíveis, ultrassom microfocado, radiofrequência e cirurgia de lifting facial.
  • RELAXAR a musculatura com a toxina botulínica (Botox, Dyport).

 

Portanto, os melhores resultados na busca de uma aparência mais jovem consistem em combinar diversas técnicas e diferentes produtos, buscando a melhor indicação e benefício em cada uma delas, de acordo com a individualidade, expectativa e desejo de cada paciente, após uma criteriosa avaliação clínica. O objetivo é um resultado significativo sempre, porém harmonioso e natural! Cabe ao dermatologista e ao cirurgião plástico, muitas vezes em conjunto, analisar cada caso e decidir o melhor plano terapêutico, baseado em todos esses fatores. Consulte o seu especialista de confiança para definir a melhor tratamento de rejuvenescimento com naturalidade e segurança!

Saiba mais sobre