Treinamento funcional: tudo que você precisa saber!

Você já ouviu falar do treinamento funcional? Essa modalidade de exercícios está cada vez mais popular no segmento fitness e o Dr. Rogério Barros, nutricionista e personal trainer do Instituto PERFACE, apresenta informações muito importantes antes de você aderir por essa modalidade.

O treinamento funcional se destaca principalmente pela dinâmica se comparado com os treinos convencionais. Suas características principais são a mistura de diferentes habilidades físicas em um único exercício, baseando-se em movimentos naturais do corpo humano, como: correr, agachar, pular, levantar, empurrar, puxar e girar. Além disso, esse tipo de treinamento compreende exercícios voltados aos objetivos do praticante, sendo elaborados para a obtenção do resultado que o indivíduo necessita. Dessa forma, o corpo – ao invés de se concentrar em treinos para grupos de agrupamento específicos como ocorre na musculação tradicional – passa a trabalhar a força muscular de forma global unindo flexibilidade, condicionamento, resistência, aptidão cardiorrespiratória, equilíbrio, coordenação motora e agilidade. Isso sem falar da motivação, superação e aumento da auto estima.

Por oferecer ao aluno uma alternativa aos exercícios mais convencionais das academias, o praticante sai dessa rotina da grande parte dos aparelhos que trabalham um músculo por vez em movimentos mecânicos e eixos definidos ou isolados. No treinamento funcional, o praticante aciona músculos e articulações através de diferentes sequências de exercícios focados, utilizando alguns acessórios, como: bases instáveis, cordas, elásticos, cones, discos, hastes e bolas. Dessa forma, o treinamento funcional colabora para reduzir o percentual de gordura, perder peso, aumentar a massa muscular e promover melhorias cardiovasculares, pela combinação mais complexa de diferentes exercícios em inúmeras variações.

Sou um candidato ao treinamento funcional?

Aconselho conversar com o profissional de educação física que lhe acompanha para saber se nesse momento essa atividade é a melhor opção para você.  Mas são poucas as pessoas que não podem realizar esse tipo de atividade.

Treinamento funcional × musculação

Tem muita gente que acha que essa fama do treinamento funcional vai aposentar os halteres. Isso não é verdade se o seu objetivo é a hipertrofia, pois a musculação com esse foco consegue trabalhar os músculos de forma isolada e mais específica. Contudo, se o seu interesse é definição e força muscular com manutenção da harmonia estética – tanto da parte superior quanto inferior do tronco – o treinamento funcional pode ser muito interessante!

Independente do seu objetivo, lembre-se que apesar dos benefícios do treinamento funcional, os resultados somente serão alcançados com muita disciplina e assiduidade. O ideal, então, é contar sempre com a supervisão de um profissional adequado para analisar os seus objetivos de forma mais detalhada. Siga essas dicas e revele a sua garra e disposição!

Saiba mais sobre