No Instituto de Cirurgia Plástica PERFACE, realizamos técnicas modernas de implante capilar.

Apesar de existirem diferentes causas de calvície, a principal delas é a androgenética. Ela tem início, geralmente, entre os 20 e 30 anos de idade, evoluindo de forma lenta e progressiva ao longo dos anos. O padrão e a velocidade da queda de cabelo são muito individuais. A calvície pode afetar tanto homens quanto mulheres, sendo mais predominante no sexo masculino. Atualmente, as formas de tratamentos podem ser clínicos ou cirúrgicos (transplante de cabelo).

Tratamentos clínicos com medicamentos tópicos, orais ou lasers podem ser utilizados de acordo com cada caso e indicação médica. Transplante de cabelo é um procedimento no qual é realizada uma transferência de raízes de cabelo de uma região para outra do couro cabeludo. Apesar de ser uma cirurgia tecnicamente de baixa complexidade, exige do cirurgião e de sua equipe um alto grau de detalhismo e concentração durante sua realização.

No Instituto de Cirurgia Plástica PERFACE, realizamos técnicas modernas de implante capilar. Para citar como exemplo, efetuamos o transplante de unidades foliculares, retiradas de regiões onde o cabelo é resistente à queda (região temporal e occipital), preparamos as referidas unidades com microscópios e posteriomente as implantamos com auxílio de lupas. Esses avanços proporcionam resultados extremamente naturais e favoráveis, evitando-se estigmas que existiam em relação a técnicas anteriores, tais como o aspecto semelhante a “cabelo de boneca”.

Em nosso serviço, buscamos, acima de tudo, discutir todos os detalhes da cirurgia com os pacientes, oferecendo objetivos realistas de acordo com cada caso, uma vez que os padrões de calvície podem variar consideravelmente. Há, também, uma preocupação em devolver ao paciente uma naturalidade e um melhor aspecto global, respeitando os diferentes formatos do rosto e também a linha de implantação anterior do cabelo.

A cirurgia é realizada sob sedação e anestesia local e procuramos fazer, em uma sessão, o maior número possível de transplantes de unidades foliculares. Geralmente, é um procedimento com pouco desconforto no pós operatório. Pode haver pequeno incômodo na área doadora e um inchaço transitório na região frontal e acima dos olhos. Em nosso Instituto, cuidados especiais com a área doadora, a exemplo do emprego das suturas tricofíticas, fazem com que a região cicatrize da melhor forma possível.

Os fios de cabelo transplantados caem em torno de 30 dias, porém, a partir da raiz transplantada, o cabelo volta a crescer após 2 a 3 meses.

Saiba mais sobre